Buscar
  • Dra. Luísi Rabaioli

Olfato diferente depois da COVID? Aprenda a fazer o treinamento olfatório!


As alterações do olfato podem acontecer em até 80% dos acometidos pela COVID-19. Em média, o comprometimento dura entre 14 a 30 dias, no entanto esse período pode variar até 6 meses ou mais em 5% da pessoas, dependendo do grau dos sintomas e outros fatores ainda em estudo.


Entre as disfunções que temos encontrado, podemos citar as seguintes:

· anosmia: perda completa do olfato;

· ageusia: perda completa do paladar;

· hiposmia: redução parcial do olfato;

· hipogeusia: redução parcial do paladar;

· parosmia: percepção distorcida dos cheiros;

· fantosmia: percepção de cheiros inexistentes.

E o que podemos fazer para melhorar nosso olfato?

Ao primeiro sinal de algum distúrbio, podemos iniciar o "treinamento olfatório".

Ele funciona como uma reabilitação, estimulando diversas regiões do nervo olfatório.

Quando começar?

Quanto antes, melhor!

Não há contraindicações, portanto você pode inicia-lo assim que percebe alguma redução ou alteração do olfato, mesmo durante o período de isolamento da COVID-19.

Quem pode fazer?

Qualquer pessoa com alteração do olfato.

Ele irá ajudar a estimular o nervo olfatório e também a memória dos aromas.

Como fazer?

Temos 2 opções:

1. Treinamento caseiro:

Use pequenas quantidades das seguintes substâncias:

- café;

- essência de baunilha;

- mel;

- cravos;

- vinagre de vinho tinto;

- pasta dental de menta;

- suco concentrado de tangerina ou maracujá ou casca de bergamota/mexerica.

Você pode usar todas ou escolher, pelo menos, 4 delas.

Realizar a troca uma vez por semana.

2. Treinamento com óleos essenciais:

Óleos essenciais de:

- Rosa, lavanda ou gerânio;

- Limão ou citronela;

- Cravo;

- Eucalipto.

Pingar 4 gotas em um disco de algodão e acondicionar em frascos com tampa.

Trocar o algodão e repor as gotas uma vez por semana.

Não é recomendado utilizar diretamente do frasco original, nem deve ser aplicado dentro das narinas.

Com que frequência devo fazer?

Você deve inalar cada uma das substâncias por 15 segundos, com intervalo de 15 segundos entre elas. Repetir essa sequência 2 vezes ao dia.

Importante: concentre-se! Aspire lentamente o aroma, ative a memória, sensações, sabores e lembranças do cheiro que está sentindo.

Por quanto tempo?

Precisamos ter paciência, esse processo de recuperação pode ser lento.

Faça até perceber melhora completa.

Eu costumo orientar que seja mantido por 3 meses, no mínimo.

Vai resolver meu problema?

Sabemos que existe uma grande chance de melhora nas primeiras semanas, mesmo se você não fizer nenhum tratamento.

Porém, os estudos mostram que cerca de 5% dos afetados não irá apresentar melhora após 6 meses. Por isso, o mais indicado é não esperar, pois pode prejudicar e tornar mais difícil a recuperação.

Para o que casos que não evoluem rapidamente, podemos associar medicamentos específicos, de uso nasal ou oral, antioxidantes e vitaminas.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco!

Posts recentes

Ver tudo

Quando meu olfato vai voltar?

Perdeu o olfato após a COVID e está esperando voltar? Pois então, saiba que TEMPO É OLFATO! Sabemos que cerca de 95% das pessoas terão...